Fome no mundo pode aumentar com forte alta de preços dos alimentos, aponta FMI
Responsive Advertisement
Responsive Advertisement


O aumento dos preços dos alimentos e das matérias-primas, combinado com a perda de renda pela pandemia de Covid-19, levará mais pessoas a morrerem de fome no mundo, advertiu o Fundo Monetário Internacional (FMI) no relatório "Perspectivas da economia mundial", divulgado hoje (6).

"Sem medidas de intervenção, a queda da renda em 2020 e o aumento dos preços dos alimentos levarão 62 milhões de pessoas a passar fome no mundo, ou seja, quatro milhões a mais", diz o relatório.

"A pandemia da Covid-19 corre o risco de apagar décadas de progresso contra a desnutrição em todo mundo", alerta o informe.


Publicidade

Publicidade